A esquerda e a tirania do politicamente correcto

Dum tempo a esta parte vimos observando o sucesso do humorismo do politicamente incorrecto.

Outrora, o humorismo politicamente incorrecto era mais subtil e desafiava fundamentalmente os dogmas da religião e/ou do stablishment conservador:

Porém, hoje, os humoristas do politicamente correcto com mais êxito escarnecem também, ou de maneira particular, os dogmas da esquerda:

Não admira. Vivemos nos tempos nos que a direita pus a máscara liberal e nos que a esquerda não tolera o mais mínimo questionamento dos seus dogmas de fé.

Assim sendo, quando fazemos uma piada sobre os gays ou as lesbianas, sobre a mulher, sobre os pretos ou os judeus, everybody expects the Spanish Inquisition.

Mas esse desabafo do quotidiano que é o humor, quanto mais der no mais sagrado, mais libertador será e, hoje, a tirania do politicamente correcto é a forma mais importante de censura no mundo occidental. E essa censura é fundamentalmente, embora não unicamente, exercida pela esquerda, o progressismo e as outras religiões.

O povo, como sempre fez, rebela-se contra essa tirania a meio do humor.